Entenda a importância da revisão de freios e suspensão do seu carro!

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_1 span,#wpdevar_comment_1 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    Todas as peças de um carro precisam estar bem conservadas para que ele funcione perfeitamente. Porém, algumas delas influenciam diretamente na segurança e estabilidade do veículo, por isso, precisam receber ainda mais atenção.

    Esse é o caso dos freios e suspensão, itens que devem passar por revisões periodicamente, para que o carro não ofereça o risco de causar acidentes.

    Hoje vamos falar sobre a influência que esses sistemas exercem na dirigibilidade e explicar porque é fundamental manter a revisão em dia. Acompanhe!

    Por que revisar freios e suspensão com frequência?

    Devido ao uso constante, as peças do carro sofrem desgaste natural e precisam ser trocadas regularmente. Os freios, por exemplo, são utilizados com frequência e garantem que o carro poderá ser parado quando preciso.

    Diversas peças compõem esse sistema, e quando uma ou mais ficam gastas, ele não apresenta o mesmo desempenho e fica difícil reduzir a velocidade do veículo. O tempo de resposta do freio pode não ser suficiente.

    No caso da suspensão, além de amortecer as irregularidades do terreno ela também proporciona estabilidade ao carro. É importante avaliar o estado de conservação das peças desse sistema, mas também é fundamental que o automóvel esteja alinhado e balanceado.

    Todos esses pontos garantem que a dirigibilidade não será comprometida por trepidações, desestabilidade ou o carro puxando para um lado.

    A melhor forma de evitar acidentes é fazendo a revisão completa desses dois sistemas, sendo recomendada a cada 7 mil quilômetros. No entanto, deve-se seguir o que consta no manual de cada modelo, e se for viajar, faça a revisão.

    Quais problemas a revisão de freios e suspensão pode evitar?

    O principal problema que a revisão de freios e suspensão evita são os acidentes. Um sistema de freios comprometido causa a perda de controle do veículo, ocasionando colisões.

    Quando o problema está na suspensão, o motorista também perde o controle do carro, pode colidir ou capotar. Mas além dos acidentes, a revisão evita outras situações e problemas:

    • desgaste de todo o sistema por causa de um de seus componentes;
    • gastos não planejados com peças danificadas em razão da falta de manutenção;
    • redução da vida útil dos pneus;
    • desgaste irregular da banda de rodagem;
    • maior consumo de combustível;
    • desconforto e dificuldade para dirigir.

    Assim, para manter o seu carro em perfeitas condições, garantindo sua segurança e conforto, é fundamental revisar esses itens para identificar peças gastas ou avariadas e avaliar os sinais de que algo pode estar errado.

    Como é feita revisão desses sistemas?

    O ideal é que a revisão de freios e suspensão seja feita por um mecânico de sua confiança. Isso para que sejam avaliadas rigorosamente todas as peças, para diagnosticar até mesmo os menores problemas.

    A revisão dos freios

    Nos freios, é mais comum que as pastilhas sejam trocadas, mas os demais componentes — lonas, servo freio, cilindros mestre e de rodas, sapata e pinça — também podem apresentar ranhuras, deformações ou degastes que interfiram em seu funcionamento.

    Também é avaliado o fluido de freios, que precisa estar no nível ideal para que a frenagem aconteça com precisão. O nível baixo caracteriza problemas no sistema que precisam ser sanados. Nesse casso, faz-se a troca do fluido, pois ele pode estar comprometido.

    Alguns sinais que indicam problemas nos freios são:

    • pedal baixo demais;
    • pedal muito duro;
    • precisar “bombear” o freio para acioná-lo.

    A revisão da suspensão

    Na revisão da suspensão, as peças avaliadas são:

    • amortecedores;
    • batentes;
    • bandejas;
    • bieletas;
    • braços axiais;
    • buchas;
    • coxins;
    • molas;
    • pivôs;
    • terminais.

    O carro também precisa ser alinhado e balanceado para se manter estável na pista. Os sinais que podem indicar problemas na suspensão são:

    • trepidações ou vibração no volante;
    • oscilações do veículo;
    • aumento da distância de frenagem;
    • desgaste de pneus;
    • tendência de o carro sair da pista nas curvas;
    • veículo puxando para um lado;
    • aquaplanagem.

    Por tudo isso, revisar freios e suspensão é de extrema importância. Os dois sistemas são fundamentais para evitar problemas maiores no carro e também para garantir a sua segurança, dos seus acompanhantes e de terceiros.

    Como você viu, alinhamento e balanceamento fazem parte da manutenção preventiva do carro, mas você sabe qual é diferença entre eles? Que tal aprender mais isso também?

    Facebook - Comentários

    Compartilhe

    O que achou do artigo? Deixe um Comentário

    Seu email não será divulgado.
    São campos obrigatórios *