O que acontece com o pneu descartado corretamente?

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_1 span,#wpdevar_comment_1 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    Sumário

    Quando o assunto é pneu inutilizado, muita gente já pensa em poluição, danos à saúde pública, vandalismo, contaminação química, entre inúmeros outros problemas. No entanto, é possível realizar boas ações por meio de um pneu descartado corretamente.

    Seja para reciclagem ou recauchutagem, passando pela entrega aos revendedores autorizados, existem várias maneiras de contribuir positivamente com o meio ambiente.

    É o que mostraremos neste post. E também apontaremos os principais desafios para combater os maus exemplos de pessoas que descartam incorretamente os pneus velhos.

    Devolução do pneu ao revendedor

    Se o seu pneu chegou a um estado em que a utilização está inviável, nada melhor do que ofertá-lo para quem entende do assunto. Como o reaproveitamento adequado exige ações por parte de profissionais gabaritados, a melhor dica é entregar o pneu ao revendedor.

    Isso porque a Política Nacional de Resíduos Sólidos exige que o descarte seja de responsabilidade do fabricante, ou seja, o destino correto será feito após o produto ir da loja à fábrica.

    Ajuda coletas seletivas ou artesãos

    Além dos fabricantes, os pneus que não possuem mais condições de uso podem ser matéria-prima para vários artistas que utilizam o material para criarem diversos tipos de peças. Existem bancos, cadeiras, cercas, armários, entre outros, feitos à base de pneus, ou seja, caso você conheça alguém que atue nessa área, pode ajudá-lo a produzir ainda mais.

    Além disso, existem em várias cidades pontos de coleta seletiva ou serviços de cata bagulho, sendo a maioria com foco no combate à dengue. Fique atento à programação da Prefeitura e ajude a sua cidade a realizar o destino correto para um pneu inutilizado.

    Vantagens do descarte certo de pneu

    Com uma produção anual de cerca de 12 milhões de pneus, o Brasil ainda engatinha quando o assunto é descarte correto do produto. A boa prática acontece em apenas 50% do que é descartado, ou seja, as cidades enfrentam um sério problema ambiental e de saúde pública, como a problemática da dengue por conta do acúmulo de água.

    Além de manter os municípios mais limpos, a reciclagem é vista como uma alternativa para o desenvolvimento de novos pneus. Podemos citar ainda o reuso na fabricação de calçados, tapetes, pisos, materiais de vedação e dutos na construção civil, recapeamento de asfalto em rodovias e até mesmo como combustível alternativo em indústrias. Tudo feito em respeito às normas ambientais que exigem a utilização de filtros que retêm os resíduos tóxicos e poluentes oriundos da queima da borracha.

    Incentivo às boas práticas

    Ao incentivar ações que revertam a situação, as novas gerações já vão criando hábitos mais inteligentes em relação a esse descarte. Dessa maneira, o que é degradação hoje em grande escala pode ser inovação em um futuro bem próximo.

    Assim, os cidadãos são verdadeiros aliados nesse sentido, fazendo com que o pneu descartado corretamente contribua para a diminuição nos índices de poluição e degradação do meio ambiente. Portanto, faça a sua parte e incentive ações que valorizem o bem-estar em sua comunidade!

    E aí, gostou do nosso artigo? Então curta agora mesmo a nossa página no Facebook e acompanhe os nossos passos!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe

    O que achou do artigo? Deixe um Comentário

    Seu email não será divulgado.
    São campos obrigatórios *