5 coisas que você precisa saber sobre a troca de óleo do seu carro

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_2 span,#wpdevar_comment_2 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    O óleo utilizado no motor do seu carro é um dos componentes mais importantes para o bom funcionamento da parte mecânica do veículo. Ele é responsável por manter as engrenagens lubrificadas, evitando atrito e desgaste nas peças. Sem a devida manutenção, o motorista coloca seu veículo em risco e corre chances de ter grandes prejuízos.

    Apesar de ser algo fundamental, nem todos os motoristas conhecem as informações importantes relacionadas ao óleo do seu carro, como o momento certo para fazer a substituição do lubrificante.

    Separamos, abaixo, 5 coisas que você precisa saber sobre a troca de óleo do carro para acabar com todas as suas dúvidas. Confira!

    1. O que devo saber antes de trocar o óleo?

    Se você não sabe ao certo quando efetuar a troca do óleo, a primeira coisa que você precisa ter em mente é o tipo de lubrificante usado no seu carro. Existem óleos de composição mineral, sintética e semissintética. Alguns são feitos para durar 5 mil quilômetros e outros 10 mil.

    Outra dica importante: o óleo não é um líquido, ele é um componente pastoso que possui uma viscosidade. Essa característica permite que ele crie uma espécie de película protetora sobre as peças do motor, evitando o desgaste e o superaquecimento. Existem óleos com diferentes viscosidades, e essa característica também deve ser checada antes da compra.

    No manual do veículo, é possível encontrar rodas as recomendações do fabricante sobre qual o tipo certo de óleo. É importante que você siga essa recomendação à risca para evitar danos severos ao seu equipamento.

    2. Como saber o momento certo de realizar a troca?

    Conforme o carro anda e o óleo passa por transformações, seu nível no reservatório cai, o que, após certo tempo, demanda a reposição. Para checar o nível do óleo, basta usar aquela vareta que fica posicionada debaixo do capô. Basta puxá-la, limpar e inserir novamente para aferir qual o nível do lubrificante.

    Fique atento às marcações presentes na vareta do óleo: são elas que indicam se o nível está baixo ou adequado. Vale ressaltar que o melhor momento para fazer a medição do óleo é quando o carro está desligado após uns 3 ou 4 minutos.

    Esse é o tempo que ele leva para escorrer de volta ao reservatório, permitindo uma medição mais precisa. Por isso, quando o frentista do posto quiser checar o óleo, peça para que ele faça após o abastecimento, pois, assim, dá tempo do óleo voltar ao seu local de origem.

    3. Por que se atentar ao painel do carro?

    O seu carro possui uma luz indicativa no painel que aponta para qualquer problema relacionado ao óleo. Fique atento a essa luz: caso ela acenda, provavelmente chegou a hora de fazer a manutenção do lubrificante.

    4. Quando trocar o filtro do óleo?

    O filtro de óleo é tão importante quanto o próprio lubrificante. Ele reduz a incidência de impurezas e mantém o óleo limpo por mais tempo. Toda a vez que você efetuar a troca de óleo do carro, também é recomendado fazer a troca do filtro.

    5. Por que devo trocar o óleo do carro?

    Ao entrar no motor pela primeira vez, o óleo está limpo e possui a viscosidade certa para fazer a lubrificação dos componentes de forma correta. Porém, conforme o motor é colocado em funcionamento, o lubrificante começa a se “sujar”.

    Isso significa que ele começa a entrar em contato com agentes externos, como impurezas não filtradas, partículas de poeira, plásticos e outros produtos químicos. Esses agentes mudam a consistência do óleo e diminuem sua eficácia como lubrificante gradualmente, fazendo com que seja necessária a reposição após certo tempo de rodagem.

    Além dos agentes externos que modificam o óleo, sua composição sofre diversas reações químicas que também alteram sua composição. Como você pode perceber, muitas coisas modificam o lubrificante, e essas mudanças fazem com que seja necessário fazer a sua reposição após certo tempo, para que o motor volte a ter um óleo limpo circulando em seu interior.

    Essas são algumas dicas importantes sobre a troca de óleo do carro e como fazê-la sem nenhum  problema! Siga a nossa página no Facebook para ter acesso a mais informações sobre a manutenção do seu carro!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe

    O que achou do artigo? Deixe um Comentário

    Seu email não será divulgado.
    São campos obrigatórios *