Carro atolado: como evitar essa situação?

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_1 span,#wpdevar_comment_1 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    Sumário

    Passar por uma situação inusitada de carro atolado é muito desconcertante a ponto de, algumas vezes, por falta de conhecimento ou até mesmo um golpe de má sorte, acabarmos por piorar a situação.

    A imperícia com o assunto não é demérito algum. Esse tipo de situação é mais comum do que se possa imaginar e algumas dicas simples podem evitar que isso aconteça ou até mesmo resolver a parada quando estiver em apuros, precisando tirar seu carro de um atoleiro.

    Continue a leitura e veja as dicas que preparamos para lhe ajudar a tirar o seu carro do buraco!

    Em quais lugares é comum o carro atolar?

    As chances de o carro parar e ficar ali são muito grandes em ambientes em que o terreno é mais instável, com areia fofa ou com um lamaçal. Por isso, é muito comum, com o carro muito pesado, encalhar em alguns trechos de estradas arenosas que levam à praia. Se isso ocorrer e o carro começar a patinar, evite acelerar, pois essa insistência só vai piorar a situação.

    As áreas em praias em que não são permitidas a permanência e tráfego de carros é possível correr o risco até de um afogamento do veículo.

    Outro terreno comum para atolar o carro são alguns trechos lameados que possuem rastros de veículos mais pesados, com grandes lacunas parecendo trilhas, que costumam pregar grandes ciladas.

    O que fazer para não ter o carro atolado?

    Se é inevitável passar por um caminho em que o risco de ficar preso é muito grande, uma dica preciosa é murchar os pneus um bocado para aumentar a aderência da banda de rodagem no terreno.

    Para quem vai andar na areia, mantenha o carro em uma marcha mais baixa — de preferência a segunda — com alta rotação do motor e baixa velocidade, fazendo movimentos na direção para a direita e esquerda até sair do atoleiro.

    E aquele que vai se arriscar em estrada com lama, a estratégia é a mesma, lembrando sempre de procurar manter uma velocidade moderada, evitando acelerar demais ou andar muito devagar. Percebendo que o veículo vai encalhar, dê uma ré e prossiga com a estratégia.

    O que fazer se o carro encalhar?

    Mesmo tomando as devidas precauções, pode acontecer de o carro ficar atolado. Como já dissemos, acelerar só vai piorar a situação e dificultar muito as chances de retirar o veículo.

    Desça do carro e analise com cautela. Se puder, retire o máximo de peso do veículo com passageiros e bagagens.

    Em geral, a falta de pegada na tração da roda é que faz o veículo patinar e afundar mais ainda. Sendo assim, tente colocar pedaços de pau ou pedras debaixo dos pneus e retire o máximo de lama ou areia da frente da roda. Se for areia, coloque água para que ela fique menos fofa.

    Se houver alguém para dar uma força, peça para empurrar o carro no momento em que tentar uma tracionada.

    Com o carro atolado, o motorista vai ter uma dor de cabeça tremenda para resolver, que pode ser aliviada de forma mais tranquila se conseguir a ajuda de outro veículo. De qualquer forma, durante toda essa operação, tome cuidado para que o interior do seu carro ou o motor na sejam danificados com a lama ou água, piorando ainda mais a situação.

    Gostou do assunto e das dicas deste post? Então curta a nossa página no Facebook e acompanhe mais postagens como esta!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe

    O que achou do artigo? Deixe um Comentário

    Seu email não será divulgado.
    São campos obrigatórios *