Como fazer a desinfecção do carro em tempo de coronavírus?

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_2 span,#wpdevar_comment_2 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    O coronavírus se alastrou rapidamente e nos fez mudar nossas rotinas de forma abrupta. Para evitar a contaminação da doença, diversos cuidados são exigidos. O aumento constante no número de casos ocorre pela transmissão elevada do vírus que, hoje, pode estar em qualquer lugar. Por isso, além da higiene pessoal, é necessário tomar outras medidas cotidianas, como fazer a desinfecção do carro.

    Os casos da doença crescem todos os dias e apresentam muitos riscos. Por ainda não haver tratamento ou vacina, a melhor prevenção é evitar o contágio por meio da higienização No entanto, é preciso saber como fazer a desinfecção da forma correta, de modo que elimine o vírus das superfícies sem causar manchas ou danificar elementos do automóvel.

    Se você ainda tem dúvidas sobre como desinfectar seu carro da forma correta e evitar contaminação, confira algumas alternativas de limpeza a seguir!

    Lave com água e sabão

    Assim como a higiene das mãos, fazer a desinfecção do carro com água e sabão é uma das melhores opções para eliminar o vírus. Como a transmissão é feita por partículas contaminadas expelidas pela boca ou pelo nariz, elas podem se espalhar por todo o ambiente interno e externo.

    Por isso, a lavagem com água e sabão neutro é muito recomendada. Entretanto, é preciso deixar o produto agir por pelo menos 20 minutos — o tempo em que o vírus morre em contato com o sabão. As áreas que não podem entrar em contato direto com água, como o painel, podem ser limpas com um pano úmido com detergente. Já o câmbio, o volante e o cinto de segurança podem ser limpos com um pano umedecido em álcool 70%.

    Limpe com desinfetante

    Outra maneira eficaz para fazer a limpeza do carro é com o auxílio de um pano com desinfetante. Essa é a melhor solução para as partes que não podem ser molhadas (como as áreas com componentes eletrônicos) e que estão em contato constante com o motorista e os passageiros do veículo.

    Contudo, é preciso ter atenção à fórmula do produto para não danificar o carro. Desinfetantes para limpar aço, pisos e outras finalidades podem ser muito agressivos e podem causar avarias e estragar a pintura, por exemplo. Portanto, busque por aqueles que têm agentes de limpeza neutros. O álcool em gel não é recomendável por deixar uma textura pegajosa nas superfícies, o que pode favorecer o acúmulo de sujeira.

    Aposte no spray de limpeza

    O mundo automotivo já conta com muitos produtos que têm finalidades específicas — entre eles, está o spray de limpeza. Ele pode ser usado nas partes internas do veículo (pode ser aplicado até mesmo no carpete) para promover uma limpeza que não estraga nenhuma parte do carro.

    Após ser aplicado, é necessário remover imediatamente o produto com um pano seco, pois a composição contém um pouco de amoníaco. O spray bactericida é borrifado no carro com os vidros fechados e faz a limpeza interior até em partes que você não conseguiria alcançar.

    A desinfecção do carro deve ser realizada ao menos uma vez ao dia. Porém, isso varia de acordo com a frequência de uso do automóvel e a exposição a situações de contágio, como entrada de pessoas no veículo ou locais com aglomeração. Tomando os devidos cuidados, você terá mais proteção contra o vírus e preservará a sua saúde.

    Para manter seu automóvel sempre como novo, confira também o que fazer para tirar riscos na pintura de forma simples!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe