Gestão de frota agrícola: 5 melhores práticas que você precisa adotar

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_2 span,#wpdevar_comment_2 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    O agronegócio é uma das mais importantes cadeias produtivas brasileiras e representa uma parcela importante do nosso PIB (Produto Interno Bruto). E quem trabalha nessa área está sempre buscando obter maior produtividade. Para fazer isso, a gestão de frota agrícola é uma estratégia importante.

    Por meio dela, o produtor consegue obter informações sobre o rendimento de cada máquina, aumentar a vida útil delas e, assim, obter melhores resultados e menos despesas.

    E então, quer melhorar a sua gestão de frota agrícola? Confira estas 5 práticas para você adotar!

    1. Mapeamento de processos

    O mapeamento dos processos deve ser realizado, sempre que possível, antes mesmo da compra das máquinas ou de ampliação da frota. Ao mapear o seu processo produtivo, você sabe qual:

    • o rendimento esperado;
    • a potência das máquinas;
    • os custos envolvidos;
    • as tecnologias necessárias etc.

    Fazendo isso, é possível adquirir máquinas que atendam às suas necessidades. Mesmo depois da aquisição, você pode se certificar de que não está excedendo a capacidade produtiva de cada equipamento e terá um controle total sobre custos, tempo, ociosidade e rendimento útil da sua frota.

    2. Organização completa da frota

    Organização é a palavra de ordem também quando se trata de gestão de frota agrícola. É importante que você reúna o máximo de informações sobre cada máquina, como:

    • tempo de uso;
    • gasto de combustível;
    • volume de produção e assim por diante.

    Tendo todas as informações organizadas, você é capaz de tomar decisões mais inteligentes e verificar o desempenho da sua frota. Além disso, também há como saber qual é a hora de dar manutenção ou substituir cada uma das suas máquinas. Assim, você minimiza os imprevistos que poderiam atrasar a sua colheita.

    3. Uso de tecnologia para gestão de frota agrícola

    Os softwaresaplicativos para gestão de máquinas e processos de produção já são uma realidade em muitas fazendas. Eles permitem a entrada de dados como:

    • produção;
    • consumo de combustível;
    • horas de uso;
    • data da manutenção etc.

    Portanto, com a tecnologia, as informações coletadas podem ser armazenadas rapidamente e fica muito mais fácil manter a organização.

    4. Utilização de peças de reposição de qualidade

    As peças de reposição utilizadas influenciam diretamente no desempenho da sua frota. Por isso, siga as orientações dos fabricantes e busque sempre peças de qualidade. Alguns itens — como as correias, por exemplo — são críticos para o funcionamento da máquina e merecem atenção redobrada.

    Portanto, para manter a sua frota funcionando sem problemas, utilize sempre correias, pneus e outras peças de boa qualidade e de fornecedores confiáveis.

    5. Realização de manutenção preventiva

    A manutenção faz parte do dia a dia de toda fazenda que trabalha com máquinas. Para fazer uma gestão de frota agrícola mais inteligente, trabalhar com a manutenção preventiva é a melhor opção.

    Com ela, você tem a chance de prevenir falhas e evitar paradas na produção. Ela também permite aumentar a vida útil da sua frota.

    Além das soluções tecnológicas já citadas para acompanhamento da necessidade de manutenção, é importante que os operadores sejam treinados para detectar qualquer anormalidade na máquina.

    Portanto, uma boa gestão de frota agrícola é uma combinação de planejamento, organização e tecnologia. Essas características aliadas à manutenção preventiva com uso de peças de qualidade e treinamento dos operadores vão garantir a sua produtividade!

    E aí, gostou das dicas? Quer entender mais sobre a manutenção preventiva? Então, venha descobrir por que a manutenção preventiva é fundamental nas máquinas agrícolas!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe

    O que achou do artigo? Deixe um Comentário

    Seu email não será divulgado.
    São campos obrigatórios *