Manutenção de máquinas agrícolas: você sabe a importância de realizar?

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_2 span,#wpdevar_comment_2 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    O trabalho no campo é pesado, incluindo levantar cedo e terminar tarde, dar duro na plantação e também na gestão. A gente sabe que não é fácil, mas se tem algo que também dá muito duro no campo são as máquinas e tratores agrícolas. Por isso, é preciso ficar de olho na manutenção de máquinas agrícolas.

    No dia a dia da produção agrícola, são inúmeros os equipamentos, as máquinas e os implementos agrícolas utilizados diariamente para garantir que a produção siga conforme o esperado. Então, de vez em quando é bom olhar para a saúde desses itens e garantir que nenhuma surpresa desagradável apareça no caminho, como uma quebra inesperada ou conta alta no mecânico.

    Por isso, preparamos um artigo especial para entrar nas minúcias da manutenção agrícola. Depois da leitura, você vai entender quais são os tipos de manutenção mais indicados para cada caso e também os principais itens que requerem atenção. Vamos começar?

    Importância da manutenção de máquinas agrícolas

    As máquinas agrícolas, assim como qualquer outro equipamento, precisam de manutenções rotineiras para que se mantenham operando sem grandes problemas durante toda a vida útil.

    Quando feita da maneira certa, a manutenção ajuda a economizar recursos tanto prevenindo defeitos quanto evitando que a produção seja prejudicada por quaisquer problemas mecânicos envolvendo seu maquinário.

    Com um ciclo de manutenções regrado e minucioso, é possível conseguir uma economia de cerca de 25%, além de se poupar de uma enorme dor de cabeça. Imagine essa economia em sua operação?

    Como se não bastasse a economia geral, a manutenção de máquinas agrícolas impacta positivamente na vida útil de todo o seu maquinário. Quanto mais ele dura, menos você precisa gastar com a compra de novos equipamentos ou renovação da frota.

    Manutenção de trator agrícola

    A manutenção do trator agrícola merece uma atenção maior. Esse tipo de equipamento é um dos que mais sofre com o esforço do trabalho, portanto é preciso ficar bem atento à sua manutenção e também aos sinais que surgem durante o uso.

    O que a princípio poderia ser uma desvantagem acaba se tornando uma boa oportunidade para garantir que a manutenção dos tratores agrícolas esteja em dia: eles são exigidos diariamente, mas estão sempre muito próximos de seus operadores.

    Por isso, é preciso orientar seus funcionários a criarem uma rotina de cuidados com esse tipo de equipamento. Antes de começar o serviço, uma checagem diária no nível de óleo e água, nos pneus e sistemas de alerta do equipamento pode fazer uma grande diferença na manutenção, ajudando a economizar recursos valiosos.

    Tipos de manutenção de tratores e máquinas

    Mas manutenção é tudo igual, não é mesmo? Errado! Existem pelo menos três principais tipos, sendo que cada um deles tem um papel muito importante na garantia de funcionamento e expansão da vida útil dos equipamentos agrícolas.

    Abaixo, explicamos um pouco melhor cada uma das modalidades de manutenção de tratores e máquinas agrícolas.

    Manutenção preventiva

    A manutenção preventiva é feita antes mesmo que os problemas surjam. Esse tipo de trabalho engloba todos os cuidados tomados para prevenir o mau funcionamento de uma peça, maximizando especialmente sua vida útil.

    O processo é bem parecido com a revisão feita pelas concessionárias nos carros. Trata-se de manutenções periódicas, como troca de óleo e componentes vitais para a máquina funcionar, sempre respeitando a agenda de manutenções recomendada pelo fabricante.

    Manutenção preditiva

    Já a manutenção preditiva é pouco disseminada em comparação à preventiva, mas também muito importante. Sua função é tentar prever problemas que possam ocorrer em tratores e máquinas, com base no histórico do equipamento e do fabricante.

    Veja um exemplo prático: sabe-se que o motor utilizado por um fabricante de tratores costuma queimar um pouco de óleo depois que passa dos 50 mil quilômetros. Tal informação não está nos manuais, mas já é do conhecimento de todos que utilizam os itens e sabem dessa especificidade da marca.

    O que a manutenção preditiva faz é, a partir desse dado, tentar adiantar a troca de óleo para que não falte lubrificante no motor — ou até mesmo organiza uma agenda de reposição para evitar problemas.

    Manutenção corretiva

    Já a manutenção corretiva é uma velha conhecida de todos: ela acontece quando tanto a preventiva quanto a preditiva não são feitas corretamente ou pelo desgaste natural do trator.

    A corretiva funciona substituindo as peças danificadas que ocasionaram o problema. Geralmente, trata-se da manutenção mais cara, já que na maioria dos casos uma peça danificada pode ocasionar falhas em outros componentes do trator, elevando o custo do reparo.

    Principais itens da manutenção de trator agrícola

    Há problemas que surgem sem aviso, mas a maioria deles pode ser identificada com certa antecedência. Porém, para que isso aconteça, é preciso ficar de olho em alguns itens dos tratores agrícolas.

    Trata-se de equipamentos bastante utilizados no dia a dia das máquinas, o que acelera o desgaste e faz com que apresentem problemas antes dos demais. Confira os 6 itens mais críticos para observar e economizar com a manutenção.

    Sistema de combustível

    Tanto o filtro quanto o pré-filtro de combustível precisam ser drenados diariamente. Devido ao ambiente em que são empregados os tratores agrícolas, muitas impurezas acabam se acumulando no local e a drenagem diária pode evitar problemas graves.

    Também reabasteça sempre o trator após o dia de trabalho. Esse processo evita a condensação de vapor no tanque, que costuma acontecer à noite e pode trazer problemas para o sistema de combustível, correndo o risco de danificar o motor.

    Pneus

    Os pneus são muito importantes, pois são os principais responsáveis por garantir que toda a força da máquina está sendo transmitida ao solo. Por isso, é importante fazer a calibragem diária considerando as condições do terreno e do trabalho do dia.

    Isso também vai garantir que as garras dos pneus (ou cravos) se desgastem mais lentamente, adiando a substituição e permitindo economizar bastante dinheiro.

    Radiador

    O radiador é o responsável por grande parte do resfriamento do motor e precisa ser cuidado todos os dias. Além de conferir o nível de água e de aditivo regularmente (todos os dias é um bom começo), deve-se tomar outro cuidado muitas vezes deixado de lado: a limpeza externa.

    Devido ao ambiente de trabalho, muita sujeira pode se acumular na colmeia do radiador e impedir o resfriamento da água. Isso faz com que o motor ferva, levando à perda da junta do cabeçote e a um grande gasto com retífica para reparar.

    Filtro de ar

    O filtro de ar é muito importante para garantir o bom funcionamento do motor. Se possível, ele deve ser verificado diariamente, devido ao ambiente com muita terra e poeira em que os tratores agrícolas são empregados.

    Para os filtros secos, um jato de ar comprimido é suficiente para uma boa limpeza. Já no caso daqueles a óleo, é preciso fazer uma inspeção mais cuidadosa no recipiente do óleo e pedir auxílio ao mecânico.

    Direção e transmissão

    Tanto na direção quanto na transmissão, os principais vilões são os vazamentos. Fique de olho em vazamentos nas mangas de eixo e nos cubos, além dos diferenciais e da própria caixa de câmbio.

    A caixa de direção também precisa de atenção. Sempre que identificar vazamentos, ainda que mínimos, tente completar o nível e não abuse do equipamento até leva-lo à manutenção.

    Lubrificação

    O nível do óleo precisa ser checado todos os dias, principalmente depois de rotinas extensas de trabalho. Para verificá-lo, assegure-se de que o trator está em terreno plano para evitar leituras equivocadas. Tente desligar o motor pelo menos dez minutos antes da verificação.

    Se você já teve uma quebra por falta de manutenção de máquinas agrícolas, sabe do tamanho do prejuízo. Caso não tenha tido ainda, é bom se esforçar mais, seguindo nossas dicas.

    Gostou de saber como fazer a manutenção de máquinas agrícolas na sua frota? Então, assine nossa newsletter e não perca mais nenhum conteúdo! 

    Facebook - Comentários

    Compartilhe