Confira 4 dicas para a manutenção do pneu de caminhão

    Powered by Rock Convert
    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_2 span,#wpdevar_comment_2 iframe{width:100% !important;}

    Powered by Rock Convert
    Compartilhe
    Powered by Rock Convert

    Para garantir a segurança do motorista e de outras pessoas, realizar a manutenção do pneu do caminhão deve estar entre os cuidados que precisam ser tomados regularmente, assim como a manutenção preventiva. Por rodarem em diversos terrenos, carregarem cargas e outras ações que podem provocar desgaste nas peças, a melhor maneira de prevenir acidentes e falhas é monitorando como cada pneu está.

    A alta rodagem dos veículos e as condições das vias são os principais fatores que fazem com que os pneus se desgastem tanto. Quando estão mal conservados, isso afeta a dirigibilidade e, até mesmo, a estabilidade do caminhão. Portanto, a conservação é imprescindível e somente com a manutenção regular será possível preservar as peças.

    Acompanhe 4 dicas para fazer a manutenção do pneu de caminhão para que se possa prolongar a vida útil do objeto!

    1. Ter atenção às normas legais

    Assim como qualquer outro veículo, para rodarem de forma adequada, os caminhões precisam seguir leis específicas. Desse modo, conhecer as normas legais é fundamental para manter a segurança dos pneus e de outras partes.

    A Resolução n° 558/80 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) estabelece que os sulcos dos pneus não devem ter menos de 1,6 mm de profundidade, sob risco de multa e até de recolhimento do veículo. Afinal, o pneu mal conservado representa um risco para o próprio motorista e também para outros condutores.

    2. Fazer rodízio de pneus

    Se você utilizar o pneu apenas na roda em que ele foi instalado até o fim, o desgaste afetará somente aquele item. No entanto, ao realizar o rodízio de pneus, haverá um equilíbrio e todos serão usados de modo que se deteriorarão por igual. Quando a troca não é feita, o esgotamento é irregular devido à carga, à tração e até à forma que o motorista dirige.

    Quando o desgaste é irregular, haverá um momento em que o pneu deverá ser trocado. O mau uso é responsável até por um consumo maior de combustível. Portanto, a cada 10 mil quilômetros rodados, faça uma revisão para avaliar o estado dos pneus.

    3. Manter os pneus limpos

    Assim como a parte interna do veículo, que o motorista limpa para que fique conservada e mais agradável, os pneus também devem receber uma limpeza regularmente. Ao retirar a sujeira, isso ajudará na manutenção e serão removidos resíduos de graxa e óleo, materiais que possam provocar furos, pedaços de borrachas e outros itens.

    Com a limpeza em dia, o pneu fica mais conservado e isso melhora a sua qualidade. Assim, não haverá desgastes acentuados e nem acúmulo de materiais que possam prejudicar a vida útil das peças.

    4. Contar com produtos de qualidade

    Investir em pneus que tenham alta qualidade é primordial para a durabilidade das peças. Realizar o alinhamento e o balanceamento é essencial, mas se os itens não tiverem boa procedência, os desgastes acontecerão da mesma forma.

    Ou seja, é melhor investir em pneus de qualidade e comprá-los em uma loja confiável do que arriscar e se aventurar na aquisição de itens suspeitos. Essa é uma postura preventiva e que pode gerar uma economia maior em longo prazo.

    Assim, você pode contar com a Caiado Pneus na hora de realizar a manutenção do pneu de caminhão. Dessa forma, você terá produtos de qualidade e confiança, que ajudarão no dia a dia, e com uma durabilidade maior.

    Portanto, para adquirir pneus de alta qualidade, entre em contato conosco e veja qual a melhor opção para seu veículo!

    Facebook - Comentários

    Powered by Rock Convert
    Compartilhe