Afinal, quando é necessário fazer a manutenção de pneus do veículo?

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_1 span,#wpdevar_comment_1 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    Uma parte considerável dos motoristas não dá a importância devida para a manutenção de pneus. Mas é preciso ter em mente que esse é um dos cuidados que mais pode poupar os veículos de desgastes. As pessoas acabam deixando para fazer essa manutenção antes de algumas viagens, esquecendo-se dos cuidados rotineiros com os pneus. Assim, outras partes do automóvel acabam pagando o preço.

    Quando se fala de pneus, recomendações são muito bem-vindas. Afinal de contas, trata-se de um item que merece total atenção para garantir conforto, segurança e durabilidade.

    Quer entender mais sobre a importância da manutenção de pneus e ver quando ela é necessária para não prejudicar as outras peças do veículo? Então, você chegou ao post certo. Continue acompanhando os tópicos que preparamos a seguir e fique por dentro do assunto! Boa leitura!

    Qual a importância de fazer a manutenção de pneus?

    Os pneus, por serem as peças do automóvel que entram em contato direto com o solo, acabam recebendo os maiores impactos, sofrendo, assim, muitos desgastes com o uso ao longo do tempo. Dessa forma, as condições dos pneus influenciam diretamente a vida útil e o desempenho de outras peças do veículo, como a tração, a suspensão e os freios. Além disso, até o consumo de combustível sofre alterações.

    O problema é que poucas pessoas percebem que, ao ter certos cuidados simples com a manutenção desses itens, é possível prolongar seu uso e também reduzir o desgaste de outras peças, assegurando segurança e conforto por muito mais tempo.

    Quando é necessário trocar os pneus?

    É preciso deixar claro que não existe uma conta exata ou um momento específico para a troca dos pneus, mas a manutenção e avaliação das condições dos equipamentos devem ser constantes, levando em conta a finalidade do veículo. A manutenção de rotina vai aumentar a durabilidade das peças. Sem falar, é claro, que os próprios pneus dão sinais evidentes de que chegou a hora de fazer a troca.

    O primeiro sinal de que chegou o momento de comprar novos pneus é quando as barras indicadoras de desgaste (TWI), que ficam entre os sulcos da borracha, ficam no mesmo nível da banda de rodagem. É o famoso pneu careca que muitos conhecem. Quando os pneus chegam a esse estado, é um grande risco continuar rodando com eles.

    Lembrando também que a aparição de bolhas nos pneus e de arames pequenos, que aparecem com o desgaste da borracha, também são sinais de alerta, pois indicam que a troca deve ser feita o mais rápido possível.

    Quais são os principais erros na manutenção de pneus?

    Veja, a seguir, quais são os principais erros na manutenção dos pneus para não cometê-los!

    Economizar na compra e na manutenção dos pneus

    Como os pneus são peças fundamentais para sua segurança, não é interessante fazer economia justamente nesta peça do veículo. Comprar pneus de qualidade duvidosa e deixar de fazer manutenções corretivas gera gastos desnecessários com itens que apresentam pouca durabilidade.

    Ou seja, você acaba tendo é prejuízo em vez de economia. Saiba que os pneus em condições ruins acabam afetando a estabilidade do automóvel, podendo levar à perda de controle e graves acidentes.

    O funcionamento correto de partes do seu veículo, como rolamentos, eixos, suspensão e freios depende da conservação e do uso dos pneus. Sendo assim, a verificação do estado desses itens deve ser feita constantemente, e não apenas quando eles precisam de reparos.

    Riscar o pneu

    Falando em economia, frisar ou riscar o pneu é outro procedimento que muitos motoristas acabam fazendo quando não querem investir em segurança. Trata-se de uma prática onde os sulcos são redesenhados sobre a borracha, a qual já se encontra desgastada.

    Esse é um procedimento condenado pelos especialistas, pois compromete a estrutura do pneu, deixando muitas vezes a lona visível. Em casos assim, é alta a probabilidade de o pneu estourar. O pneu que está muito desgastado deve ser trocado quanto antes.

    Calibrar sem consultar o manual do proprietário

    Quando os pneus são calibrados erroneamente, a vida útil das peças fica bastante afetada. A quantidade de libras ideal indicada pelo fabricante consta no manual do veículo. Basta consultá-lo para fazer de forma correta.

    Lembre-se de que há diferenças de calibragem entre os pneus traseiros e dianteiros, bem como entre o veículo vazio e lotado. A pressão dos pneus precisa ser verificada toda semana. Caso você for viajar, a calibragem é imprescindível.

    Esperar o pneu ficar “careca” para trocar

    O pneu pode ser considerado gasto, liso ou “careca” quando os sulcos dele estiverem com menos de 6 mm de profundidade. Não é à toa que dirigir com o pneu assim é considerado infração grave.

    Nesse estado, o pneu pode estourar facilmente, ficar com as frenagens menos eficazes, além de derrapar mais (especialmente nas curvas). Na chuva, o risco de entrar em uma aquaplanagem é bem grande, perdendo o controle total sobre a direção do veículo.

    Quais cuidados tomar com os pneus no dia a dia?

    A calibragem é o primeiro cuidado que precisa entrar para sua lista de afazeres quinzenais. Depois, o mais essencial é fazer o alinhamento, o balanceamento e o rodízio de pneus a cada cinco mil quilômetros rodados. Fazendo isso você vai garantir a vida útil e a durabilidade dos pneus. Uma dica valiosa: é preciso levantar o automóvel para avaliar os pneus, pois assim você consegue checar a parte interna, onde normalmente ficam concentrados os maiores danos.

    Vale destacar também que o cuidado ou a falta dele com outras peças do veículo, como amortecedores, suspensão, rolamentos e freio, também acabam influenciando diretamente no desgaste dos pneus. Então, jamais fixe a atenção em um ponto e se esqueça dos outros, certo?

    Por fim, é importante saber que o ideal é, quando necessário, fazer a troca dos quatro pneus juntos, de uma única vez. Caso contrário, ao comprar apenas um ou dois pneus, o barato pode sair caro. Afinal de contas, trocando apenas alguns, você vai bagunçar o alinhamento e o balanceamento do veículo, o que gera desgastes com mais rapidez.

    É fundamental ressaltar que a qualidade do pneu no momento da compra também interfere na sua manutenção e performance. Pneu é um assunto bastante sério, pois é um componente realmente determinante para a proteção de todas as pessoas no trânsito e, justamente por esse motivo, o ideal é encontrar uma equipe competente e séria para auxiliar no momento da escolha.

    Caso tenha dúvidas, é importante estar em um ambiente onde você tenha confiança, com profissionais com conhecimento de causa e extremamente capacitados para oferecer as melhores peças e instruí-lo. Em resumo, é preciso contar com uma empresa especializada tão comprometida com a sua segurança quanto você mesmo.

    A Caiado Pneus é um bom exemplo de empresa séria e comprometida, que conta com equipes altamente especializadas e que prestam serviços ao cliente em seu local de trabalho. A Caiados tem foco em pneus GoodYear e há muitos concorrentes, como Michelin, a Pirelli, Walmart e locais e revendedores como a Dpaschoal e Campneus.

    Agora que você já sabe a importância da manutenção de pneus de veículos e como fazer, não deixe para a última hora. Garanta segurança, vida útil e durabilidade para essa peça tão fundamental para o seu dia a dia!

    E aí, gostou do texto e quer garantir que os pneus do seu veículo tenham a manutenção correta? Então não perca mais tempo, entre em contato conosco e conheça agora mesmo os nossos serviços e produtos!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe