Manutenção preditiva: entenda o que é e quais são as suas principais vantagens

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_2 span,#wpdevar_comment_2 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    Você sabe o que é a manutenção preditiva? Em uma análise inicial, pode parecer um mero termo técnico. No entanto, esse processo é de bastante relevância para as organizações, pois é um dos fatores que contribuem para o aumento da vida útil dos equipamentos e, principalmente, que evitam que eles parem de funcionar de repente, o que poderia ocasionar prejuízos.

    Pensando na relevância desse assunto, neste post, explicaremos detalhadamente o que é a manutenção preditiva e também destacaremos qual a importância dessa prática. Continue com a gente!

    O que é a manutenção preditiva?

    Trata-se de uma técnica utilizada com o objetivo de descobrir quais são os momentos mais adequados, conforme as necessidades das máquinas, para fazer as intervenções e manutenções.

    Agora, você deve estar se perguntando: “Como saber qual é a hora exata para fazer a manutenção?”. Isso é feito por meio de inspeções para coletas de dados em cada ferramenta. Um dos principais aspectos positivos dessa prática é que há o aumento da vida útil da máquina. Além disso, são prevenidas falhas que poderiam paralisar a produção, o que geraria mais gastos.

    Para chegar aos resultados, é feito, periodicamente, o controle de fluidos, de vibrações, de temperatura e de estrutura de cada componente com a intenção de verificar se há alguma alteração. Após esse processo, será o momento de fazer a estimativa do período ideal para fazer a nova inspeção ou manutenção.

    Dessa maneira, podemos dizer que a manutenção preditiva é uma prática que otimiza o desempenho dos negócios, pois ajuda a maximizar o tempo entre dois reparos, sem ocasionar danos ou perdas do equipamento.

    Qual a importância dessa prática?

    Considerando as características da manutenção preditiva, podemos dizer que essa prática proporciona vários benefícios aos negócios. Entre eles, estão a diminuição do número de falhas no processo, o aumento da vida útil dos equipamentos e a otimização do processo produtivo. Abordaremos sobre essas questões na sequência do post. Continue lendo!

    Redução das falhas durante o processo

    Isso acontece porque o procedimento possibilita uma avaliação precoce, o que ajuda na definição de ações adequadas para evitar que o equipamento pare de funcionar. Com a análise do desempenho das condições de uma máquina, torna-se mais fácil identificar quando é necessário fazer uma nova manutenção.

    Aumento da vida útil dos equipamentos

    Isso acontece porque a análise das condições do equipamento possibilita o conhecimento do estágio de funcionamento de um elemento. Caso os parâmetros não estejam ideais, é possível estabelecer estratégias ou ações que visem a melhorar o funcionamento de uma máquina.

    Otimização do processo de produção

    Com a redução do número de falhas dos equipamentos, há a otimização do processo produtivo nas empresas. Isso porque a organização perderá menos tempo na manutenção de equipamentos e, consequentemente, poderá focar os esforços nas atividades estratégicas do negócio.

    A manutenção preditiva é uma prática muito importante para as empresas, pois contribui para a diminuição do número de falhas, aumenta a vida útil dos equipamentos e otimiza a produtividade. Considerando todos esses aspectos positivos mencionados, vale muito a pena investir nessa prática na sua organização.

    Você gostou deste artigo no qual explicamos sobre a importância da manutenção preditiva? Então, assine já a nossa newsletter e receba, em primeira mão, mais conteúdos incríveis sobre o assunto.

    Facebook - Comentários

    Compartilhe