Por que um produtor agrícola deve investir em bons pneus?

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_2 span,#wpdevar_comment_2 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe

    Sumário

    Apesar da crise econômica pela qual o país está passando, a produção agrícola tem mostrado um cenário bem otimista para os próximos anos. O crescimento em 2017 incentivou o produtor rural a investir em equipamentos e tecnologias para aumentar a produtividade, como o uso de pneus específicos para máquinas agrícolas.

    Os pneus agrícolas são os componentes de interação direta entre a máquina e o solo, que é o recurso mais importante do agricultor. Veja a seguir o que um bom pneu agrícola deve ter para melhorar a sua produção!

    Economia de combustível ao andar na terra

    Com o dimensionamento e design correto, os pneus agrícolas devem ter uma banda de rodagem apropriada para a otimização do tracionamento. O aumento da largura influencia diretamente na capacidade de tração, pois aumenta a área de contato entre o solo e o sistema rodado.

    Com isso, a energia do motor é bem aproveitada, pois a transferência de energia do eixo para o solo é mais eficiente. Deve-se, no entanto, tomar cuidado com o superdimensionamento dos pneus, pois efeitos negativos como o aumento do desgaste das bandas de tração podem comprometer o desempenho da máquina.

    Produtividade em função do pneu

    Quando um trator passa por cima do solo, existe um certo nível de compactação devido ao peso da máquina. Essa compactação deve ser amenizada para evitar perda de características importantes, como a porosidade e permeabilidade, que são importantes para o crescimento vegetal.

    Além da redução do peso do trator, a redução na pressão usada nos pneus também reduz a compactação do solo, contribuindo assim para uma produção mais eficiente. Além disso, a redução na pressão utilizada pode trazer benefícios de desempenho, como a redução da patinação no solo.

    Com o pneu menos pressurizado, a tração é mais eficiente e a patinação no solo é reduzida, fazendo com que o desempenho da máquina no campo seja melhorado. Com isso, o tempo de serviço da máquina é reduzido, otimizando a produção como um todo, tudo isso em função de um investimento nos pneus certos.

    Diminuição dos problemas de manutenção

    O volume de ar determina a pressão do pneu, que é o que define qual será a carga de trabalho no sistema rodado do trator. Alguns parâmetros devem ser levados em consideração na hora de escolher o pneu mais adequado para o trabalho, como o peso do trator e implemento (com o tanque de combustível cheio), velocidade de trabalho, tipo de aplicação a ser realizada e horas diárias trabalhadas.

    Um investimento adequado nesse momento inicial pode prevenir maiores custos de manutenção e troca de equipamentos a longo prazo, portanto, consulte o fabricante para se informar sobre seus investimentos.

    Redução dos custos operacionais

    Considerar as opções que o mercado oferece é a chave para o sucesso em qualquer empreendimento, pois com as opções certas é possível não só maximizar os lucros, mas também reduzir os custos.

    Os pneus agrícolas sem câmara podem ser uma boa saída para evitar perda de pressão, não necessitam de aros específicos para montagem e podem ser montados com o mesmo aro de pneus com câmara. Além disso, têm menores custos operacionais de montagem e podem trabalhar com a mesma pressão e capacidade de carga dos pneus convencionais.

    Agora que você aprendeu mais sobre pneus agrícolas, aproveite e confira mais um de nossos posts: Entenda o que é um pneu agrícola de qualidade!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe

    O que achou do artigo? Deixe um Comentário

    Seu email não será divulgado.
    São campos obrigatórios *