Quanto tempo dura a correia dentada e por que estar atento a ela?

    Facebook - Comentários
    #wpdevar_comment_2 span,#wpdevar_comment_2 iframe{width:100% !important;}

    Compartilhe
    Quanto tempo dura a correia dentada e por que estar atento a ela?

    Muitas pessoas trabalham duro para conquistar o tão sonhado automóvel e, por isso, é preciso ficar de olho para não transformar o sonho em uma insistente dor de cabeça. Portanto, é imprescindível sempre manter cuidados constantes com seu veículo, já que isso vai refletir diretamente na sua segurança e na vida útil do automóvel.

    manutenção do carro é indispensável e inclui diversos fatores, podendo ter algumas particularidades bem pertinentes, começando pela averiguação do óleo, substituição da correia do alternador, uso do aditivo no radiador e checagem do nível de água, troca da correia dentada, além de outras várias possibilidades.

    Qual sua função e quanto tempo dura a correia dentada? Neste texto, vamos tirar as suas dúvidas sobre essa peça fundamental para o bom funcionamento do seu carro. Confira!

    Como funciona e o que é a correia dentada

    A correia dentada é certamente uma das peças mais importantes do motor e tem a função de fazer a ligação e sincronização entre o virabrequim do motor e o eixo da válvula. Ela é responsável pela abertura e fechamento das válvulas, cada uma em seu devido momento.

    Esse é o processo que realiza o fluxo de gases no interior do cilindro. Se a correia dentada do seu carro quebrar, pode causar danos graves ao motor. Por isso, é muito importante realizar a manutenção, revisão e troca dessa peça.

    O que uma correia dentada danificada pode causar no seu carro

    Se a correia dentada estiver desgastada, em pouco tempo ela começará a trazer problemas para seu veículo, como:

    • perda de potência do motor;
    • mau desempenho do ar-condicionado;
    • ruído alto vindo da frente do carro;
    • superaquecimento;
    • descarga da bateria por falha do alternador;
    • falhas no sistema de ignição.

    Quando a correia se romper completamente, os pistões podem se chocar com as válvulas, provocando o seu desgaste e empenamento — o que certamente fará o motor travar, além de levar o carro a parar de funcionar por um momento. Além disso, o rompimento pode gerar graves problemas em válvulas, pistões e no eixo-comando.

    Quanto tempo dura a correia dentada

    A época correta para cada revisão da correia dentada não é algo fixo e vai depender do fabricante, no entanto, o motorista consegue encontrar essa informação em manuais e concessionárias.

    Porém, o mais indicado é realizar a revisão do conjunto de correias a cada 10 mil quilômetros rodados ou a cada 6 meses. Já a troca não deve passar de 50 mil quilômetros ou, caso seja detectada alguma anomalia durante as revisões, recomenda-se que a troca seja feita imediatamente para evitar a perda do motor.

    Onde realizar a troca da correia dentada

    Por fim, como em todo componente relativo ao funcionamento de um carro, é essencial que você realize a troca em estabelecimentos especializados e competentes. Afinal de contas, esse é um componente necessário não somente ao seu veículo, mas também à segurança de terceiros.

    No momento em que for feita a troca da correia dentada, é recomendado pedir também a troca do esticador. Ele é o componente encarregado de manter a tensão em níveis adequados e não deixar a correia frouxa. Se houver a troca da correia sem a reposição de um novo esticador, a vida útil da nova peça será reduzida significativamente.

    Viu como é crucial saber como funciona e quanto tempo dura a correia dentada, já que é uma peça obrigatória para a boa performance do seu carro? É preciso ficar de olho nos cuidados com esse componente para que ele tenha uma boa vida útil e não precise passar por reparos cedo demais.

    Gostou do artigo? Tem alguma dica a acrescentar sobre correia dentada e outros componentes? Deixe a sua opinião nos comentários!

    Facebook - Comentários

    Compartilhe